O segredo para conquistar seus objetivos é ter pulso. Ou seja: persegui-los sistemática e disciplinadamente. Leia nesse texto que o seu sucesso está intimamente ligado ao hábito de revisar seu progresso regularmente. Além disso, disponibilizo uma folha em PDF que eu próprio utilizo para registrar minhas tomadas de pulso semanais.

Introdução

Ritmo. Cadência. Freqüência. Regularidade. Consistência. Todas essas palavras representam o que quero dizer com disciplina e organização. Resolvi escolher outra que remete tanto a Ritmo quanto a Atitude: Pulso! Por pulso quero dizer que o processo que você escolheu para alcançar suas metas deve ter um momento regular que denomino Tomada do Pulso. Estou executando as ações que me propus? Estou progredindo em direção à minha meta? E aos meus objetivos e sonhos? É neste espaço de reflexão que você irá responder essas perguntas e tomar as medidas necessárias para corrigir seu rumo ou aumentar a velocidade de sua caminhada.

Em todas as cinco pessoas que estão passando pelo processo de coaching comigo ocorreu a percepção de que a regularidade das sessões de acompanhamento é fundamental para o progresso de suas metas. Em alguma sessão ouvi coisas como “estas conversas semanais me mantém no foco”, “regularidade é muito importante”, “me dá energia para continuar”. Também no acompanhamento de minhas próprias metas venho percebendo que um espaço de revisão semanal tem contribuído muito para me manter orientado e focado.

Uma observação: acima escrevi revisão semanal. Em geral percebo que para indivíduos a freqüência ideal é uma semana por se tratar de nosso ciclo regular dias de trabalho + folga no final de semana. Esta freqüência não é obrigatória, ela pode mudar para se adequar à melhor ao cotidiano da pessoa.

Voltando ao pulso: me arrisco a dizer que esta é a prática mais importante de um processo de melhoria contínua. Por sinal todos os métodos de melhoria que já estudei e apliquei possuem algum ritual associado a este encontro regular de reflexão. Por exemplo em equipes de desenvolvimento de software que usam a metodologia Scrum existem as retrospectivas, cuja regularidade é determinada pelo ritmo de entrega dos pacotes de software.

O que deve acontecer na Tomada de Pulso

Este momento, que vou chamar a partir de agora de revisão, é um espaço para refletir sobre os eventos do período passado após sua última revisão. Nesta revisão você irá celebrar as conquistas realizadas e refletir os desafios que enfrentou. Também vai gerar sacadas e aprendizados que irão ajudá-lo a manter seu caminho para suas metas ou mesmo corrigir o rumo. Além disso, novas ações serão propostas para o próximo período.

Então na revisão você vai celebrar, aprender, melhorar, adaptar e refletir. E NÃO vai executar, agir, implementar. Não aproveite o tempo que conquistou para ficar sozinho e pro-ativamente adiantar tarefas e ações. Se não está conseguindo executar suas tarefas durante a semana (ou outro período que determinou para si), isso é um alerta importante: será que as tarefas estão alinhadas com suas metas? Será que você definiu tarefas muito complexas para serem concluídas no período determinado? Será que…, enfim, isso é papo para outro artigo…

A tomada de Pulso é parte de um processo

Com essa distinção (espaço de reflexão versus ação) nosso processo de melhoria está montado:

  1. defina suas metas, e então…
  2. …comece a realizar ciclos Agir-Refletir com freqüência constante até…
  3. …chegar ao final do prazo da meta, onde você vai celebrar sua conquista!

Aliás estou preparando um pequeno manual em PDF explicando em detalhes esse processo de melhoria, com exercícios e dicas para aplicá-lo em suas próprias metas. Vou chamá-lo de “Realização começa (e termina) com P”. Pulso é um dos Ps do processo de realização. Se tiver interesse em receber esse manual, inscreva-se aqui.

A prática do Pulso

Uma revisão na prática deve possuir três momentos: olhar para os eventos do período passado, refletir sobre algum tema que você queira aprofundar para aumentar suas chances de alcançar sua meta, e traçar novas ações para o período futuro.

1) Período passado

Olhar para as ações que foram propostas no seu CAM (Caderno de Acompanhamento de Metas, mais sobre isso em um outro artigo).

  • Celebrar as concluídas. IA-BA-DA-BA-DÚ! Mesmo as pequenas vitórias são… vitórias! Crie o hábito de comemorá-las!
  • Refletir: a conclusão destas ações me aproximou de minha meta?
  • Refletir sobre as não concluídas: Tive tempo para realizá-las? Eram muito complexas? Estão realmente alinhadas com minha meta?
  • Preencher o painel de indicadores de progresso. Como está seu indicador hoje? Coloque o número no gráfico e compare com suas expectativas.

2) Reflexão

Utilize alguma ferramenta, técnica ou exercício que você viu em algum livro, filme, aula, etc. que irá aprofundar algum aspecto, competência ou consciência importantes para aumentar suas chances de alcançar suas metas.

Sugestões: leia algum artigo ou capítulo de livro. Veja algum vídeo no youtube. Faça anotações e mapas mentais. Estude sobre motivação, atitude, felicidade. Estude o que pessoas com as mesmas metas que você fizeram para alcançá-las. Seja criativo. O importante é gerar sacadas e aprendizados para que você responda no final deste tópico: Estou indo na direção correta? O que estou fazendo está me aproximando de minha meta? Esta meta está de fato alinhada com meu propósito e missão?

3) Ações futuras

Chegou a hora de estabelecer novas ações para o período futuro. Pergunte-se: o que vou fazer de diferente para alcançar minha meta? O que vou fazer pela primeira vez? O que vou deixar de fazer? Estabeleça um limite máximo de ações para fazer, senão você pode ficar engessado com muita coisa. Afinal, você ainda tem todas as atividades de sua rotina para executar. Para cada ação garanta que é VOCÊ quem irá executar.

Dicas para aumentar sua produtividade na revisão

Estabeleça um tempo para cada item da revisão. Em geral uso quinze minutos para olhar o período passado, meia hora para a reflexão e quinze minutos para as ações futuras.

Confie na regularidade desta prática. Você verá que na primeira sessão você irá querer prosseguir por mais tempo devido a esse momento introspectivo ser muito produtivo e revigorante. Além disso você quase não tem essa oportunidade. Não cometa esse erro. Semana que vem tem mais!

Cumpra seus prazos. Se você determinou que irá fazer uma hora de sessão, respeite esse tempo. É mais importante passar pelos três itens, mesmo que incompletos, do que fazer um completo por mais tempo e ser obrigado a parar no meio por conta de algum compromisso ou interrupção.

Use técnicas para aumentar seu foco. Eu pessoalmente utilizo a técnica Pomodoro para ter mais foco durante a sessão. Se não conhece vale a pena estudar. É muito simples de aprender e aplicar. Uso pomodoros de quinze minutos, um para cada item da revisão (o item de reflexão usa dois pomodoros).

As restrições são amigas. O prazo rígido de uma hora (ou qualquer prazo que você estabelecer para si) é uma restrição de tempo. O que esta restrição faz é aumentar sua capacidade de criação, priorização, urgência. Você terá que fazer escolhas. Isso é muito saudável para sua vida. Outra restrição importante é a quantidade de ações que irá estabelecer para o período futuro. Uso no máximo cinco. Estabeleça um limite de ações que seja confortável pra você. Mas não se preocupe se não achar o número certo. Experimente. Semana que vem tem mais! Você terá oportunidade de descobrir o número certo para você.

Conclusão

“Somos o que fazemos repetidamente. Excelência portanto, não é uma ação, mas um hábito.” Aristóteles

Criar esse hábito é o segredo que descobri para conquistar meus objetivos e metas. E você, qual o seu pulso? Gostaria muito de ouvir sua opinião sobre o que escrevi. Gostou (ou não) do texto? Que parte mais gostou, ou que parte ficou confusa? Coloque aqui seus comentários e sugestões. Compartilhe, goste, siga, retribua!….

Baixe o pulso em PDF

Pulso - folha de registro

Clique aqui e baixe a folha de registro para você também começar suas tomadas de pulso semanais.